Às 3:14 da manhã‏

Bem, o teu relogio parou às 3:14 da manhã. O sol ainda não saiu, talvez sejam 4 horas ou algo assim…
Com certeza ela não está pensando em você como você está pensando nela.
Fora isso, só outro pensamento deve ecoar na tua mente:
“Sair numa longa e vazia estrada para o leste.”

Por quê o leste? Você sabe que não é o ouro do oeste americano que procuramos.
O que procuras é a solução da tua insonia e o motivo que te fez quebrar o teu relógio.
Meu amigo, você sabe do que estou falando. Então, vamos! Pegue a chave, Pegue!

Aqui está você no carro, mais uma vez, se tornou uma ótima fuga, correr, correr e correr.
Não achas estranho como a gasolina e o álcool são otimos ilusionistas? Porquê eu acho, aliás; sempre achei.
Sabe, às vezes o ronco do motor se torna uma canção forte que invade o peito e nos faz mais fortes.
Assim como o álcool te faz esquecer, ou pelo menos eles te fazem achar isso.

E seus pensamentos logo começam a vagar, como eles sempre fazem. Sempre te traem não é? Eu sei, eu sei… Sempre vejo quando isso acontece.
Quando você se vé preso nas lembranças da garota que conheceu e não quis continuar.
Você está ocupado com a correria insana do dia-a-dia, com os amigos, com alguém… Mas mesmo assim, eles te levam a ela.

Bom. Hora de voltar. A velocidade parou de ter efeito. Vamos tentar a segunda opção?

Isto, é exatamente sobre isto que estou falando, Meu Garoto.

The URI to TrackBack this entry is: https://naestradaaopordosol.wordpress.com/2011/04/16/as-314-da-manha%e2%80%8f/trackback/

RSS feed for comments on this post.

7 comentáriosDeixe um comentário

  1. Esse bem que poderia ter sido postado ao som de “120… 150… 200 Km Por Hora”.

  2. ao som Turn the Page do Metallica, também ficaria bom.

  3. Muito Bom!😉

  4. O caminho é uma homenagem ao espaço. Cada trecho do Caminho é em si próprio dotado de um sentido e convida-nos a uma pausa.
    A estrada é uma desvalorização triunfal do espaço, que hoje não passa de um entrave aos movimentos do homem, de uma perda de tempo.

    O tempo de viver reduziu-se a um simples obstáculo que é preciso ultrapassar a uma velocidade sempre crescente.

    Milan Kundera, in “A Imortalidade”

  5. Show de texto! Adorei🙂

  6. que coisa linda bb *–*

  7. […] informar que o bar já está fechando, parceiro. Já são 3  e 14 da manhã e preciso ir pra casa o dormir, mas tem um filho da puta que não quer ir embora do bar e acredito […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: