Sim! Sou um Bastardo Arrogante Egoísta

No teu olhar vou mergulhar, navegar naquilo que chamam de paixão louca e insana.

Despertando aquilo que muitos pensam e dizem ser O Amor. Não fique espantada se no fim você ficar pensando igual a eles.

Ah! Não adianta se policiar, pois irei sussurrar sentimentos ao pé do teu ouvido.

Ah! Não pense em escapar, porque tudo que for dito entrará na tua mente, fazendo teu coração bater mais forte, em cada sílaba, em cada palavra, ditando a tua respiração ofegante.

Palavras que vão fazer você perder o sono, palavras que vão fazer você lembrar de mim quando a minha ausência estiver presente.

E não pense que tenho planos para ficar, acredite, por favor acredite.

Sou um Bastardo Arrogante Egoísta que está fazendo o mesmo com a garota que está ao teu lado.

Não adianta olhar, procurar. Pois você não encontrará, não enxergará a minha leviandade, porque os teus olhos vão sempre enxergar a mentira inventada e imposta pelos meus lábios.

Não! não estou sentindo o que te falo.

Não! Nada do que faço para seduzir teus sentimentos tolos e inocentes condizem com as minhas reais intenções.

É tudo mentira! Uma mentira… Mentira?

O que você tem é apenas um reflexo borrado do que um dia já fui, do que já fui para alguém.

Aquilo que escutastes, aquilo que fez teu coração saltar do peito todas as vezes que meus dedos tocavam a tua nuca, já foi dito. Não com as mesmas palavras, mas com intenções sinceras para um outro alguém.

Mas, o que você tem aqui, é só o que ficou… Na verdade serei sincero contigo ao menos uma vez desde que te vi, aqui não ficou nada,
ela levou tudo. E tenha a certeza de que ela não faz a mínima ideia do que levou.

*Postado ao som de What Is This Love – Blue Rodeo

The URI to TrackBack this entry is: https://naestradaaopordosol.wordpress.com/2011/04/24/sim-sou-um-bastardo-arrogante-egoista/trackback/

RSS feed for comments on this post.

3 comentáriosDeixe um comentário

  1. Muito boa! De quem é?

  2. Há quem diga que é despreparo.

    Outros, quase malícia.

    Insuficiente de vergonha , de apego, de coragem ou de oportunidade?.

    Paciente, atropela desejos e sensações, fazendo daquele um fascínio.

    Decifra calafrios. Devora medos. Abraça desejos.

    Resolve fazer dela rainha porque só assim pode ser rei.

    E transforma tudo num meio de conseguir super poderes.

    Ele quer ser herói e acredita nisso.

    E repete isso com certa [in]conveniência.

    Ela o observa de perto e suas opções de múltiplas escolhas.

    Quando ele opta por abraçar desejos e suposições, como numa música, na espera que ele, insuficiente, malicioso, despreparado [in] sensível, escolha atropelar os desejos e sentimentos.

    Quando isso dura apenas um dia, dois ou três.

    Dias, meses, semanas.

    “Bem que se quis”.

  3. Muito bom, como todos os outros, mas…caramba! Que exposição!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: