SOA COMO UMA VELHA CANÇÃO

Há garotas que sabem dar o melhor de si, que se permitem trazer uma sacola de papel com um verdadeiro tesouro: vodka decente, pão francês, cigarros e balas de hortelã, e também comprimidos pra ressaca. Elas sabem que você é um prisioneiro e não um paspalho que se faz passar por artista, e se não sabem, pelo menos fingem com graça.
Garotas que ajudam a enxotar o cara do aluguel, que pegam a correspondência e jogam fora sem abrir porque são espertas, sabem que gente como você não recebe cheques de fundações, revistas nem cartões de Natal, que o mundo lá fora só quer encher o seu saco. Elas não dizem que você é infiel, dizem que você se vira como pode.
Garotas que coçam as suas costas e não fazem perguntas inúteis. Garotas que qualquer um, menos você poderia amar e com isso estragar. Elas não precisam de um marido ciumento, não querem o yuppie amável que rala a bunda para ganhar umas migalhas. Elas se entregam ao prisioneiro, ao cara que bate a porta e apaga este mundo nojento com seus poetas sob medida e suas putinhas honoráveis. Garotas capazes de limpar persianas sem fazer comentários, que sabem quando é hora de ir embora e que jamais levarão uma estúpida flor ao seu túmulo.

Brindo a elas.

— Efraim Medina Reyes – Pistoleiros / Putas e Dementes.

Postado do som de I Just Wanna Make Love To You – Etta James

The URI to TrackBack this entry is: https://naestradaaopordosol.wordpress.com/2012/01/29/soa-como-uma-velha-cancao/trackback/

RSS feed for comments on this post.

3 comentáriosDeixe um comentário

  1. ELE É DO TIPO JOHNNY CASH QUE SE REPETE EM SMASHING PUMPKINS

    Do tipo que usa da semântica ébria e delicada para arrancar alguns vários e repetidos sorrisos dela.
    Ele é do tipo de repetição como os riffs de 1979.
    Repetidamente encantador.
    A faz decorar suas notas, sua forma, seus próximos passos, e os mesmos desesperados últimos 25 minutos.
    Como em 25 Minutes To Go, ele sempre vai.
    Repetidamente, ele sempre volta, com as mãos suadas, com os mesmos delírios, com a mesma voz rouca, como quem pede por mais um dia.

  2. Eu nunca tinha percebido, mas “Soa como uma velha canção” soa como Master Song do Leonard Cohen.

    http://www.metrolyrics.com/master-song-lyrics-leonard-cohen.html

    São as voltas que a música/poesia/literatura/palavrão dá.

  3. Percebi a eficácia das voltas das inusitadas coisas quando hoje no sinal, ao ler um jornal impresso, não me dei conta de que nele existem tirinhas.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: